Páginas

20 de fev de 2017

Resenha: Livro do Bem 2



Publicado pela editora GUTENBERG, o livro “O Livro do Bem 2 - Para se aventurar e ver o mundo com outros olhos” é um desses livros interativos com vários desafios, frases e desenhos super divertidos e criativos num caderno laranja. Criado pela Ariane Freitas e a Jessica Grecco do Indiretas do Bem. Se quiser entender melhor, saber o que eu penso sobre ele e decidir se vale a pena comprar, continue a leitura do post!


"Esse é um livro cheio de aventuras, mas com aquele toque de amor e motivação para realizar os sonhos, porque a gente sabe que às vezes faz falta um empurrãozinho no meio da luta diária. Além de explorar o que você sente, convidamos você a sair da zona de conforto e observar o mundo à sua volta, seja viajando, seja conhecendo sua cidade, seja tomando coragem para conhecer as pessoas e as coisas que estão por perto e que você nem sempre nota. Este é um livro sobre viagens – dentro e fora do seu coração. É um mapa para as coisas pequenas e especiais da vida. Cada minuto que você dedicar a ele tornará sua visão de mundo ainda mais ampla e especial. Mas ele só vai te mostrar os caminhos se você topar embarcar nesta loucura, fazendo-o seu de verdade. Com frases e reflexões, ilustrações fofinhas, fotos e tarefas que fazem a gente sentir vontade de largar tudo e ir viajar na hora, além de playlists para embalar os dias... E aquela carinha de diário que ajuda tanto na hora de abraçá-lo e fazer as atividades como se fosse seu melhor amigo. Nunca se esqueça de coloca-lo na bolsa! E fica aqui um convite: fotografe e publique tudo o que você fizer no seu Livro do Bem nas redes sociais com tag #livrodobem. Porque o que é do bem merece ser compartilhado!"


Falando sobre os aspectos físicos, a capa do livro parece com a do Livro do bem 1 (que eu também tenho), mas é toda laranja neon. O papel é aquele mais escuro, bege (não sei o nome!) Tem vários desenhos, frases, fotos, páginas para colorir, playlists de músicas super legais...  e tem ao todo 192 páginas.




O livro é muito legal e divertido. É um ótimo passatempo para aqueles dias que a gente tá na bad e não quer ver ninguém e nem fazer nada. Pra quem tem ansiedade - como eu - é um ótimo livro de autoajuda, pois assim como o livro 1, que eu gostei bastante, ele acaba ajudando a gente a se conhecer mais quando pensamos nas respostas, ajuda a acalmar colorindo, tem frases lindas... enfim, é tudo de bom, assim como o primeiro! 
O meu eu adquiri pela Saraiva, por R$17,90. 

13 de fev de 2017

Te escrevo uma carta que nunca será lida


Foi tentando esquecer alguém que acabei olhando para você. Foi tentando recuperar meu coração partido que aceitei abri-lo para você. Naquela época eu mal podia imaginar o que aconteceria depois.
Eu tentei. Juro que tentei. Eu só queria que desse certo. Você parecia certo afinal. Muitos dos nossos gostos eram parecidos e eu gostava de conversar com você, de estar com você. Aceitei aquela bagunça e não esperava que pudesse sentir alguma coisa com isso.
Lembro como se fosse ontem do nosso primeiro beijo. Eu, tímida, você meio sem graça e foi. Meu coração disparou e me senti de uma forma que talvez nem tivesse sentido quando estava com aquele que partiu meu coração. Se for analisar isso... eu me senti muito estranha com toda aquela bomba de sentimentos por alguém que eu mal conhecia e que eu julgava até então não sentir nada. 

E na minha cabeça, eu não sentia.

Achava que você, em tão pouco tempo, passou a sentir as coisas por mim. Eu estava confusa e com medo. Se eu não tivesse tido algumas pressões pelo caminho, talvez não tivesse desistido e sabe-se lá o que o futuro teria nos revelado. No entanto, decidi te deixar pra trás. De alguma forma estranha, isso me doeu. E você nunca mais foi o mesmo pra mim.
O via como amigo, mas sempre, sempre mesmo, ficava estranhamente feliz ao te ver. Era tudo muito estranho. Passei por algumas decepções, por algumas alegrias, por alguns amores... e quando o amor que eu julgava que seria o maior do mundo se enfraqueceu, você surgiu de novo. Até hoje me pergunto como isso aconteceu. Se você estava no meu coração desde sempre, ou se nessa brecha, você entrou sorrateiramente.

Quando notei tais sentimentos tudo virou uma bagunça. De repente, todas as certezas que eu tinha desapareceram e no lugar só restavam dúvidas e mais dúvidas. Analisei as coisas de modo racional e percebi que por mais que eu sentisse, por mais que meu coração quisesse, eu não poderia. Já fui quebrada muitas vezes para permitir isso de novo. Olhando racionalmente, nunca daríamos certo. É estranho, não acha? Por mais que a gente goste de alguém, só o sentimento não é suficiente para que possamos ficar juntos. 
Já ouviu aquela frase que muitos compartilham no Facebook dizendo “sempre haverá alguém que você vai amar, mas nunca vai estar junto dessa pessoa”? Pois é... sempre achei besteira. E hoje me vejo assim. Claro, amores vem e vão e não amamos uma única pessoa sempre. É permitido e normal amar duas pessoas, a sociedade que não aceita bem isso. É como amamos nossos pais, de modo diferente, porém não é um mais intenso que o outro.  E pra mim... bem, eu escolhi que você seria aquele amor apenas guardado em meu peito. Mas saiba: sempre que te vejo, ainda sinto as mesmas coisas que senti quando nos beijamos.
E assim finalizo essa carta. É pra você. Mas provavelmente você nunca lerá. 

Por: Débora Delgado.

1 de jan de 2017

Feliz ano novo e minhas metas para 2017


FELIZ ANO NOVO!!!
Finalmente saímos de 2016, que, não sei pra vocês, mas no meu caso foi um ano muito difícil. Sei que é só uma data e muitos não consideram nada, mas eu acredito nessa "magia" que existe na mudança de ano. Dá pra acreditar mais que tudo vai dar certo, traçar novas metas e correr atrás dos nossos sonhos.
Preparei uma listinha com minhas metas do ano para vocês conferirem e quem sabe adicionar alguma coisa na lista de vocês né?!

1 - Fazer exercícios todos os dias.
Pois é, todo ano coloco isso como meta. Mas dessa vez vai dar certo. Achei um canal no YouTube chamado Exercício em Casa e gostei bastante das aulas que tem lá. Finalzinho de dezembro comecei a fazer as aulas de yoga e pretendo continuar esse ano, intercalando com as aulas de AeroHiit. Não é questão só de estética, mas como sou muito sedentária, tenho notado que isso está me fazendo muito mal e quero mudar isso.

2 - Ter uma alimentação mais saudável
Até deu pra diminuir o consumo de refrigerante esse ano, mas vamos mais além disso. Me alimento muito mal e sempre procuro a alternativa mais fácil e rápida. Outra coisa que está me fazendo muito mal e claro, eu tenho engordado muito.

3 - Emagrecer
Sempre pesei por volta dos 45 a 48kg e hoje em dia, pasmem: estou com 56kg. Muitas roupas não estão servindo mais, outras estão feias no meu corpo, enfim, não estou nada satisfeita e quero voltar ao meu peso normal. Farei exercícios e terei uma alimentação mais saudável. Final do ano venho aqui contar se consegui ok?!

4 - Ir bem nos estudos
Então né... durante esse ano consegui me focar melhor que no ano anterior, mas ainda acho que tenho ficado muito dispersa e não dou a devida atenção aos estudos. Foco esse ano!!!

5 - Ler ao menos 1 livro por mês
Juro pra vocês que li só um livro durante 2016 inteiro. Claro que li 4927743 textos da faculdade, mas ler por prazer não. Tenho um monte de livros encalhados aqui em casa e farei de tudo pra ler mais.

6 - Colorir ou fazer algum projeto DIY 1 vez por semana
Ganhei aqueles livros de colorir, comprei uma caixa de lápis de cor com 60 cores e até hoje colori pouco. São momentos de prazer que tenho perdido por ficar tanto na internet. Tenho vários links de DIY pra me inspirar salvos e nenhum feito até agora. Quero mudar isso.

7 - Estudar inglês todos os dias
2016 eu dei uma abandonada no inglês pra focar em outras coisas, mas juro que esse ano vai. Vou aprender direitinho e arrasar.

8 - Perder menos tempo nas redes sociais
Essas 4 coisas listadas acima não se concretizam por causa disso. Redes sociais. É incrível como eu passo tanto tempo fazendo nada nesses trem. Vamos parar de cuidar da vida alheia em 2017 e vamos fazer coisas produtivas né?!

9 - Viajar
Nunca coloquei isso como meta, mas é uma coisa importante. A gente acaba se acomodando tanto com a rotina e esquece de sair por aí. Mas é a melhor coisa e em 2017 eu quero viajar bastante.

10 - Fazer um diário de gratidão
Aquele potinho de coisas boas nunca dá certo comigo, então esse ano vou fazer um diário de gratidão. Pegar um caderninho e escrever todas as coisas boas que acontecerem comigo e agradecer.

11 - Conviver melhor com as pessoas
Antigamente eu brigava por tudo. Se alguém ainda acha que hoje em dia eu sou explosiva é porque não me conheceu ou não lembra de mim há um ano atrás. Eu brigava por tudo e ficava irritada por tudo. Tenho aprendido a me controlar, mas ainda falta muito para uma boa convivência com as pessoas ao meu redor. Tenham paciência comigo, pois vou melhorar.

12 - Arrumar um emprego
Não preciso explicar que só vender trufas na faculdade não dá dinheiro né?! hahaha

Então, quais são suas metas para esse ano novo?
Feliz 2017 e muita coisa boa pra todos nós s2

23 de out de 2016

Inspiração: 5 unhas decoradas fáceis de fazer

Eu estava sem ideia e decidi procurar algumas nail arts por aí. Encontrei várias fotos lindas e decidi postar aqui, com os devidos créditos, para que vocês possam se inspirar também e fazer nas unhas de vocês.

Gostei, e agora?
Esmalte com pimenta
Beauty by Melissa
Beauty by Melissa
Depois dos Quinze
E aí, gostaram? Já me serviram super de inspiração aqui e logo eu posto uma foto no Instagram pra quem me acompanha.

7 de out de 2016

5 on 5: Infância

Atrasada de novo, mas consegui finalmente postar! A faculdade, como sempre, anda me deixando louca e acabei ficando o mês de setembro inteiro sem postar nada e ainda atrasei no 5 on 5 de novo!
Enfim, dessa vez escolhemos o tema infância, já que o mês de outubro tem o dia das crianças e muita gente gosta de lembrar dessa parte mágica da vida.


Aproveitei que tenho essa maravilhosa e perfeita caixa de 60 cores de lápis de cor e decidi fotografar. Quando eu era criança gostava muito de colorir e desenhar (mesmo que mal kkk)


Balas claro, porque que criança não gosta de doces?


Claro que nem todas as pelúcias da foto fizeram parte da minha infância, mas algumas fizeram, e como são alguns dos poucos brinquedos que ainda tenho, fiz questão de fotografar.


Não podia faltar o bichinho virtual que fez parte da infância de muita gente, o tamagotchi! Esse aí eu ganhei de uma professora num amigo oculto da 4° série do fundamental! Sim, ele ainda funciona, como podem ver na imagem! Deu uma baita nostalgia quando liguei ele pra tirar a foto! s2


 Algo que não podia faltar, claro, uma foto de quando eu era criança. A foto do Facebook tá diferente, então se quiserem curtir mais a minha fofura (enquanto ela durou) podem passar lá. sou mto humilde mesmo hahaha


Blogs participantes:

Glenda - www.littlethingsbox.com
Bruna - www.brunabussular.com.br
Daniele - www.questoesdeopiniao.com
Ingrid - www.prismside.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
♥Layout desenvolvido por por Marcella Kovacs todas as artes foram feitas por mim, exclusivas para o blog A GAROTA E O TEMPO. © 2013 • Powered by Blogger • Todos os direitos reservados • Melhor Visualizado no Google Chrome • NÃO COPIE PARCIAL OU TOTALMENTE O LAYOUT. Topo